Máquinas de café expresso caseiro: como escolher?

Muitos apaixonados por café não se limitam a provar a bebida apenas em cafeterias, mas querem ter o prazer de tomar um bom expresso (ou espresso) em casa mesmo. Mais quais as melhores máquinas de café expresso caseiro? E como escolher a melhor? O que devo observar?

 

Tipos de máquinas de café expresso caseiro

Primeiramente é fundamental observar em qual o tipo de máquina pretende manipular o seu café. Há 3 tipos:

 

    1. De cápsulas – São daquelas em que não é preciso prática nem tampouco habilidade. É só ligar na tomada, colocar a cápsula comprada em supermercado no compartimento da máquina e apertar o botão para fazer a bebida. Por serem todas automatizadas, você ganha em comodidade, mas perde em controle de como deseja a bebida. As mais comuns são as da Nespresso, porém, as da Dolce Gusto, da Nestlé, ganharam o mercado, mas com tamanhos de cápsulas diferentes.
    2. Automáticas e superautomáticas – Nestas, o volume e a pressão são pré-definidos. A extração sai na medida do planejamento automático. É mais econômica, pratica e segura. Resulta em um café melhor que a de cápsula, e sem a necessidade de ficar preso em comprar as cápsulas. Você pode adquirir o grão que quiser. Algumas marcas mais recomendadas: Saeco, Gaggia, DeLonghi e Iura.
    3. Manual ou semiautomática – Para quem entende e quer fazer o café do seu jeito ou provar de vários jeitos diferentes para sentir a nuances de cada moagem e dosagem, as máquinas manuais ou semiautomáticas são as que mais oferecem recursos e possibilidades. Nelas, você pode colocar a granulação desejada, ajustar o volume do café entregue e a compactação. Marcas: Breville, com moedor acoplado ou sem moedor, DeLongui, Saeco.

 

 

Tamanho da sua máquina

 

Uma vez definido o tipo de máquina que vai querer adquirir, hora de analisar onde irá colocá-la em sua casa. Verificar se volume que sua máquina de expresso ocupa em sua sala ou cozinha parece óbvio, mas muitas pessoas não lembram deste detalhe inicial. Mais: não observam o comprimento dos cabos de alimentação, o que limita o melhor posicionamento no ambiente e faz recorrer a extensões e outros ajustes improvisados.

 

Preço da sua máquina de café expresso caseiro

 

Além do preço final do aparelho, é sempre importante conferir o preço das cápsulas (se for adquirir uma máquina deste tipo). Para os outros modelos, compare seus recursos disponíveis, como o tamanho do reservatório de água, se vem com moedor ou não acomplado, se possui tamper, as possibilidades de regulagens. Tudo pode lhe trazer maior ou menor custo-benefício.

 

Limpeza da sua máquina

 

Sempre leia o manual de sua nova máquina de café antes de comprá-la. Ou veja vídeos tutoriais no YouTube sobre sua manutenção (há vários, acredite). Isso o fará ter a certeza de que comprará uma máquina a qual conseguirá limpar sem muito custo.

 

Depois que comprá-la, não utilize detergentes ou materiais de limpeza abrasivos para limpar a máquina. Sempre limpe o equipamento com pano e escovinha (pode ser um pincel ou até uma escova de dente com cerdas macias), imediatamente depois de utilizá-lo.

 

Quer saber mais sobre café? Confira nossos outros posts:

Principais grãos para um bom café:

Os principais grãos para um bom café – Trampolim Startup Café (cafetrampolim.com.br)

Guia prático sobre moedores de café

Moedor de café: um guia prático – Trampolim Startup Café (cafetrampolim.com.br)

Receita de bolo de café

RECEITA DE BOLO DE CAFÉ – Trampolim Startup Café (cafetrampolim.com.br)

 

Conheça mais sobre o nosso café:

Estadão

Mais que café, Trampolim é como hub para empreendedor – Geral – Estadão (estadao.com.br)

Portal Aberje

Trampolim Startup Café da Accor oferece um salto na vida e nos negócios | Portal Aberje

Projeto Draft

Não parece, mas dentro deste hotel fica o Trampolim Startup Café, que acolhe nano empreendedores (projetodraft.com)

Saiba o que falam do nosso café no TripAdvisor:

TRAMPOLIM STARTUP CAFÉ, São Paulo – Comentários de restaurantes – Tripadvisor

Restaurante Bufê na Consolação: aberto em SP

Restaurante bufê na Consolação aberto em São Paulo pós-quarentena? Há vários estabelecimentos abertos, porém nem todos com os protocolos e acompanhados de perto por certificadores.

Aqui no Trampolim somos acompanhados pelas regras da rede Accor em seu programa mundial All Safe. Além do distanciamento e todos os itens de higiene de alimentos, para equipe e para os ambientes, estabelecemos um bufê seguro. Funciona assim:

1. Vá até o balcão e peça sua massa com o molho de preferência. Temos várias opções todos os dias no almoço. Também preparamos diversos tipos de massa ao vivo para os clientes.

2. Ou escolha algum item pronto de nossa vitrine

3. Levamos a refeição até você

4. Se preferir, peça por um dos pratos à la carte.

O cardápio está no site cafetrampolim.com.br ou via display QR-Code nas mesas.

Torta com salada caseira
Torta com salada caseira

Horários

Servimos das 12h às 15h, de segunda a sexta. Além do bufê invertido temos os pratos à la carte, que podem também ser consultados via QR-Code, diretamente no celular. Basta apontar seu smartphone para o display em cada mesa.

Serviço de Mesa do Trampolim, na Consolação. Almoço das 12h às 15h aberto ao público
Serviço de Mesa do Trampolim, na Consolação. Almoço das 12h às 15h aberto ao público

Outros restaurantes à la carte e bufê na Consolação

Caso opte por conhecer outros estabelecimentos na região, ou outro restaurante bufê na Consolação, fizemos uma listas com bons endereços no bairro da Consolação e região da avenida Paulista. Também fizemos um roteiro que une restaurante da Consolação e atrações turísticas, como cinema, bares e teatros.

Já se inscreveu em nosso programa de benefícios? O Trampolim de Vantagens oferta a cada mês uma sobremesa, café ou entrada cortesia, além de muitas receitas, dicas de São Paulo e informações sobre empreendedorismo no seu email todos os meses. Acesse a nossa newsletter do clube em nosso site.

Doçaria na Consolação: receita de petit gateau

Doçaria na Consolação não é algo difícil de se encontrar. Mas, se estiver andando pela região e estiver perto do metrô Paulista, nosso café também serve muitos docinhos e não desaponta!

Um dos doces mais queridos é o petit gateau. Não à toa. Bolinho quentinho, com creme aveludado por dentro que esparrama e se derrete na primeira colherada. Aqui, vem acompanhado de sorvete de creme.

Origem do doce

Não faltam hipóteses e chefs que reclamem sua autoria. Uma das mais comentadas é a de que o chef francês radicado nos Estados Unidos Jean-Georges Vongerichten seria o autor da iguaria. A receita teria surgido a partir de um erro: um desequilíbrio na proporção de farinha de trigo na preparação teria deixado o interior do bolo cremoso. E quando o bolinho foi quebrado… voilà.

Já em seu livro Minha Cozinha em Paris (editora Zahar), o chef pâtissier americano David Lebovitz comenta que há ao menos outras 3 teorias para a origem do docinho.

CONHEÇA 30 CAFÉS NA REGIÃO DA PAULISTA E CONSOLAÇÃO

Caso não esteja perto de uma doçaria na Consolação, muito menos do Trampolim Startup Café, não tem problema. A gente resolve esta carência! Abaixo, vai uma receita clássica de petit gateau para você fazer na sua casa:

Receita do Petit Gateau

Rendimento 8 porções

INGREDIENTES

150 g de Chocolate ao Leite

Meia xícara (chá) de manteiga

3 ovos

2 gemas

Meia xícara (chá) de açúcar

1 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada

8 bolas de sorvete de creme

COMO FAZER

1           Em um recipiente refratário, derreta em banho-maria o chocolate e a manteiga.

2          Em outro recipiente, bata os ovos, as gemas e o açúcar até formar uma massa cremosa.

3          Adicione a mistura de Chocolate derretido e mexa bem.

4          Acrescente a farinha de trigo aos poucos e mexa delicadamente, até incorporar tudo.

5          Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo 8 forminhas pequenas (10 cm de diâmetro) e distribua a massa entre elas.

6          Leve ao forno médio-alto (200°C), preaquecido, por cerca de 10 minutos. Desenforme ainda quente sobre pratinhos individuais e sirva a seguir, acompanhado de uma bola de sorvete

DICAS:

– O forno deve estar bem quente no momento em que for colocar os bolinhos, para que fiquem cremosos por dentro e firmes por fora.

– Ao tirá-los do forno, o centro ainda deverá estar mole.

Quer mais receitas?

Aprenda a fazer o Pudim de Paçoca do Trampolim Startup

Receita de pudim de café

Veja como fazer o pão de ervas servido em nosso café

A história do cappuccino

Três partes iguais de café expresso, leite e leite vaporizado. Em alguns casos, como o aqui servido no Trampolim, ele recebe um toque extra de canela ou chocolate para finalizar. Mas você sabe quem criou a receita e a história do cappuccino?

A versão histórica mais aceita

Sua origem remonta o século 17, atribuída ao monge italiano Marco D’Viano, que teve importante papel na resistência cristã contra o avanço islâmico na Europa.

Em 1683, a cidade de Viena estava para cair nas mãos do exército dos turcos muçulmanos porque os comandantes dos exércitos cristãos não se entendiam e dispersavam-se em discussões inúteis e perigosas. Foi então que o papa Inocêncio XI decidiu enviar o italiano Marco na desesperada tentativa de uni-los para combater o inimigo comum.

A sua intervenção foi tão eficaz que os turcos foram expulsos, Viena foi salva e a paz voltou à Europa. Conta-se que os turcos tiveram que deixar em Viena várias sacas de café. O que fazer com ela?

Primeiro, o religioso italiano fez a própria bebida, mas sentindo o seu gosto amargo, resolveu acrescentar leite e mel. A coloração de tons marrons obtida na mistura lembrava a cor do capuz dos monges italianos, os cappa (capuz em Latin). Os monges capuchinhos eram chamados de “Cappuccini” em italiano. Daí a origem do nome.

Uma segunda origem

Esta é versão mais aceita e publicada. No entanto há outras duas variantes para a origem da bebida, segundo especialistas da própria Itália.

A primeira defende que, no ano de abertura do primeiro café na capital austríaca, o frade italiano chegou à corte do imperador Leopoldo I com o típico chapéu marrom claro. E os austríacos teriam feito esta associação à cor da bebida.

A terceira explicação para o nome

Por fim, uma terceira versão diz que o nome do cappuccino deriva simplesmente do efeito do leite branco com o marrom do café ao seu redor.

Na Itália, o cappuccino é servido geralmente no café da manhã. Aqui no Brasil foi incorporado o hábito de acrescentar canela e chocolate à bebida, porém, ambos ingredientes não fazem parte da receita original.

Aqui no Trampolim o cappuccino pode acompanhar nossos bolos, sanduíches e pães. Ele também sempre aparece como benefício em nosso clube de vantagens para os clientes.

Consolação e Paulista: restaurantes com espaços de eventos

Reconhecidamente bem servida de espaços culturais e estações de metrô, a região da avenida Paulista e rua da Consolação, em São Paulo, também reúnem bons restaurantes com ambientes para eventos.

São locais que atendem de grandes encontros a pequenos happenings, com cozinhas estreladas por chefs premiados ou boas cozinhas de comida caseira e equipamentos audiovisuais básico. Está procurando um espaço? Então, é só acompanhar a lista a seguir.

Restaurantes para eventos sociais descolados e econômicos

Comecemos nossa lista de indicados com o Trampolim Startup Café, na rua da Consolação, 2123 – a 150 metros do metrô Paulista (linha amarela). É uma cafeteria, coworking e um restaurante com espaços para eventos, com capacidade para comportar eventos de até 80 pessoas. Além de um telão para projeção, possui um minipalco e dois ambientes que podem ser divididos por módulos fixados por trilhos no teto. O espaço conta ainda com equipamento de som e um bufê especial de pratos quentes e frios.

Inaugurado em 2015, já recebeu diversos eventos, de empresas farmacêuticas a faculdades, lançamentos de livros e aniversários. A poucos passos do Trampolim há diversos espaços culturais.

Trampolim: eventos corporativos, lançamentos de produtos culturais e festas
Salão do Trampolim, usado para eventos corporativos, lançamentos de produtos e festas (foto: Rogério Palatta)

Para miniweddings

Localizado na avenida Angélica, em um sobrado construído no final do século XIX por imigrantes alemães, o Espaço Quintal recebe muitas festas de casamento. Quem faz sua cerimônia ali, busca uma atmosfera mais romântica com celebrações cercadas por árvores centenárias e fontes de estilo europeu. Um pub no estilo inglês e um galpão com pé-direito alto servem para dançar.

Restaurantes com espaços para eventos: com chefs famosos

Também em Higienópolis, a chef Carla Pernambuco, comanda o Carlota, um bistrô brasileiro em funcionamento há mais de 20 anos em um sobrado de tijolinhos brancos. Em frente ao restaurante fica o Studio Carla Pernambuco, espaço onde a equipe da chef recebe miniweddings, encontro de líderes e degustações, com serviço e valet incluídos.

Em frente ao restaurante Carlota (foto) o Studio Carla Pernambuco recebe eventos como miniweddings e degustações
Em frente ao restaurante Carlota (foto: Divulgação) o Studio Carla Pernambuco recebe eventos como miniweddings e degustações

O mesmo cuidado nos detalhes (porcelanas antigas, estampas coloridas, objetos de brechós e bazares da capital) aparece no Marakuthai, que possui 3 unidades (Jardins, Itaim e Ilhabela) onde podem ser realizados pequenos encontros sob agendamendo e a Casa Marakuthai, nos Jardins, que é especializada em eventos e tem capacidade para até 100 convidados. No comando da cozinha está a chef Renata Vanzetto.

Consolação: 8 lugares imperdíveis para se divertir

Por Eduardo Merli

De origem religiosa e fundado no século 18, o bairro da Consolação somou influências das mais diversas com o tempo e hoje é o epicentro da diversidade cultural de São Paulo. Cafés, teatros, cinemas, galerias de roupa, espaços culturais e baladas alternativas e inclusivas pontilham pelos seus 3,7 km². Conheça os lugares imperdíveis para se divertir na Consolação.

Como chegar na região

A estação Paulista (linha-amarela) é o melhor ponto para começar a explorar o bairro, pois fica perto das principais atrações. Ela se conecta com a estação Consolação (linha-verde). Na rua da Consolação também passam ônibus vindos de diversas regiões da cidade.

Como se locomover

Além do metrô e ônibus, o bairro é amplamente conectado por patinetes e bicicletas de aluguel. É possível caminhar por todos os principais pontos culturais sem grande estresse.

Melhores dias a horários

Na segunda, trabalhadores pagam meia entrada no Cine Belas Artes. Às terças, muitos museus e espaços culturais em São Paulo têm entrada gratuita. Aos domingos o movimento na região é reduzido em virtude do fechamento da avenida Paulista, portanto se torna um dia interessante para conhecer alguns dos lugares para se divertir na Consolação.

Onde comer

Depois das compras ou antes mesmo do passeio, o Trampolim Startup Café é boa pedida. Além de café, é restaurante, espaço de eventos. O café serve almoço e jantar no sistema bufê, de segunda a sexta, a partir de R$ 10 (até 200g). Jantar e aos fins de semana, cardápio à la carte, com preços e pratos que podem ser consultados pelo site. Um dos pratos hits da casa é o pudim de paçoca da Fabi, chef do café. Algumas receitas também, como a sopa de abóbora.

www.cafetrampolim.com.br

IMS – Instituto Moreira Sales

Além da arquitetura contemporânea e de ser bem próximo à Consolação (no fim da Paulista), o IMS reserva em seus nove andares exposições, cineteatro, biblioteca fotográfica e loja-livraria. Avenida Paulista, 2424 – Consolação. www.ims.com.br.

Passagem Literária

Venda de livros, exposições e até mesmo música ao vivo te aguardam nesta passagem subterrânea bem embaixo do primeiro farol da Consolação (no encontro com a Paulista). Endereço: ao lado do Riviera Bar e do Caixa Belas Artes

Petra Belas Artes

Conhecido pela programação alternativa que sempre privilegiou o cinema de arte e ofereceu exibições de filmes clássicos, o Belas Artes se tornou um ponto de resistência aos cines comerciais. Neste mês, exibe uma programação especial com os filmes candidatos ao Oscar. Endereço: Rua da Consolação, 2423. https://www.belasartescine.com.br/

Espaço Desmanche

Antigo Vegas, uma das baladas mais famosas da Rua Augusta, o Desmanche abriga duas pistas de dança com iluminação em led digital, mezanino, lounge e decoração inspirada em desmanches de carros dos anos 70. Semanalmente acontecem festas alternativas com djs e músicos que tocam do rock à música eletrônica. Rua Augusta, 765. http://espacodesmanche.com/


Cemitério da Consolação

São mais de 300 esculturas e mausoléus. No cemitério estão sepultados Mário de Andrade, Tarsila do Amaral, Militão Augusto de Azevedo, a família Matarazzo, a Marquesa de Santos e Monteiro Lobato. Lá também está a Pietà (rua 35, terreno 1), uma escultura impressionante de granito feita em 1923 por Victor Brecheret, grande escultor modernista.

As visitas guiadas, para o público geral, no Cemitério da Consolação, acontecem todas as terças e sextas-feiras às 14h.

Já para grupos escolares acontecem todas as quartas-feiras, às 10h e às 14h, somente neste dia e horários.

Os interessados devem entrar em contato através do e-mail: assessoriaimprensa@prefeitura.sp.gov.br.

Rua da Consolação, 1660.

Endossa

Reúne várias marcas descoladas nos diversos boxes espalhados pelo espaço. O público encontra por ali itens de decoração, vestuário, acessórios no geral e até produtos mais criativos. Há sempre novas marcas chegando.

Endereço: R. Augusta, 1372 – Consolação https://endossa.com/

Frou Frou Vintage

É um dos lugares mais descolados para garimpar roupas na capital paulista. Tem uma pegada vintage e que valoriza a moda sustentável, mas você pode encontrar peças de grande marcas famosas também.

R. Augusta, 725 – Consolação. https://froufrouvintage.com.br/

Espaço Fábrica Augusta

Espaço colaborativo que reúne diversos aspectos da vida paulistana: arte, design, moda e entretenimento. Por ali, você vai encontrar um pouco de tudo: objetos de decoração, roupas, obras de arte, acessórios e até bar.

R. Augusta, 1283 – Consolação. https://www.facebook.com/fabricaaugusta/

Livro de dark romance será lançado no café Trampolim na Consolação

Inconsequente, de Zoe X, traz a continuação do livro Indomável, lançado em 2018; temas como abuso físico e psicológico compõem novamente o enredo

No próximo dia 8 de fevereiro, das 16h às 19h, no Trampolim, café e restaurante na Consolação, a 300 m da avenida Paulista e ao lado da estação Paulista do Metrô, recebe o lançamento do livro Inconsequente, da escritora Zoe X.

Trata-se da continuação do livro Indomável, lançado em 2018 e dentro do subgênero dark romance (que explora relações de abuso físico e psicológico, prazer e anti-heróis em sua narrativa). Após viverem uma montanha russa de sentimentos fortes e ao mesmo tempo agressivos, dominação e de consentimento questionável, Elizabeth e Louis não perdem seu envolvimento. Ela não quer mais vê-lo depois de todo o mal que ele lhe causou. Ele, um Don da máfia, dominador e envolvido por suas mentiras, volta à sua terra-natal, mas só pensa em tê-la de volta quando retornar. Como reconquistar uma mulher indomável?  

No evento Trampolim, café na Consolação, a 300m da avenida Paulista, a autora Zoe X (que prefere ser chamado apenas pelo pseudônimo), estará presente conversará com os leitores sobre o livro e também sobre sua carreira de escritora. O livro Inconsequente estará à venda e poderá ser autografado pela autora.

Lançamento do livro Inconsequente, de Zoe X

Trampolim Startup Café

8 de fevereiro

16h/19h

Entrada livre

Rua da Consolação, 2303, a 150m do metrô Paulista e a 300m da avenida Paulista

Sobre o Trampolim – O Trampolim Startup Café serve lanches, diversos tipos de café, pratos quentes e frio, além de cafés, sobremesas, comidinhas, cervejas e chope. Serve bufê de almoço de segunda a sexta e pratos à la carte todos os dias no almoço e no jantar. Também é um espaço de coworking. Reservas pelo site ou redes sociais (Facebook e Instagram).